DEPRESSÃO EM IDOSOS – COMO SAIR DESSE FOÇO?

DEPRESSÃO EM IDOSOS

DEPRESSÃO EM IDOSOS – COMO SAIR DESSE FOÇO?

A depressão a partir dos 60 anos de idade é mais agravante naqueles que vivem em casas de repouso, asilos ou passaram por situações de abandono.

A depressão é a doença do século! Difícil achar uma pessoa que não conheça alguém que esteja com depressão ou tenha passado por ela. A depressão em idosos, infelizmente, é mais comum do que imaginamos. Estima-se que mais de 15% dessa população tenha quadros depressivos.

A situação da depressão nessa faixa etária, a partir dos 60 anos de idade, é mais agravante naqueles que vivem em casas de repouso, asilos ou passaram por situações de abandono. A diferença dessa faixa etária para os mais novos é mais agravante.  A depressão em idosos pode se somar a outros problemas de saúde e tornar o quadro mais debilitado.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão vai ser, até 2020, a principal causa de afastamento do trabalho em todo o mundo. A pesquisa Nacional de Saúde mais recente, fala que 11,1% dos brasileiros com idade entre 60 e 64 anos sofrem com esse mal psíquico.

Como driblar a solidão, já que ela é uma das grandes causas que levam os idosos a depressão?

Acompanhamento médico de rotina – Quadros depressivos exigem acompanhamento de rotina. No caso da depressão em idosos, o uso de alguns medicamentos pode afetar órgãos já debilitados por outras doenças ou pela idade mesmo, por isso, o tratamento exige muito mais cuidado;

Terapias alternativas – Existem diversos grupos terapêuticos e comunitários em muitos lugares. Esses grupos ajudam a recuperar laços afetivos, além disso, motivam atividades de autoconhecimento. Portanto, podem ser espaços de escuta e criação de vínculos afetivos;

Esporte para o reequilíbrio – As políticas públicas têm possibilitado a criação de espaços abertos à população onde é possível praticar esportes. Mesmo sem dinheiro, os idosos podem se exercitar e usar esses equipamentos  como meios para superação da depressão.

Projetar a vida – Muitos casos depressivos surgem a partir do mau planejamento de uma vida inteira. A aposentadoria que não supre as necessidades, problemas de saúde gerados por descuidos ou excessos na juventude. Comece a se planejar desde agora, pra envelhecer com saúde física e mental.

Em primeiro lugar: procure ajuda! Para as pessoas em geral, sempre vale a solidariedade e empatia. Visite um asilo, ou outras instituições que acolhem idosos em situação de abandono. Esse gesto de gratuidade, certamente, fará bem para você e, acima de tudo, para quem recebe a visita.