ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL DICAS PARA UM FUTURO COM QUALIDADE DE VIDA

ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL - DICAS PARA UM FUTURO COM QUALIDADE DE VIDA

ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL DICAS PARA UM FUTURO COM QUALIDADE DE VIDA

Confira as dicas para ter um envelhecimento saudável e para cultivar bem-estar e autoestima. Viva com saúde, pratique esportes e cultive hábitos saudáveis.

O envelhecimento é um fato dado da nossa existência. Não tem como fugir. Mas não precisamos aceitar que envelhecer seja um bicho de sete cabeças com aquela ideia do passado que essa é uma fase da vida que só traz limitações. O envelhecimento saudável, sobretudo, começa de agora. Projetar a vida nesse momento, independente da idade, para ter um futuro com qualidade de vida.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil segue um ritmo crescente de envelhecimento da população. Isso exige mudanças em todas as ordens de organização, como infraestrutura de mobilidade, previdência, saúde e uma séria de outras exigências.

Mas o que fazer hoje? Como se preparar para o futuro? Não existe fórmula mágica ou Elixir da Longa Vida e, se existe, certamente ele não está acessível a todos nós, pobres mortais. Por isso, confira as dicas que preparamos e comece a mudar suas rotinas para ter um envelhecimento saudável:

1. Atividades físicas – Todos nós sabemos que elas são importantes. Há uma diversidade de possibilidades e, certamente, você vai achar alguma que te dê prazer. Corra, dance, faça natação, vá à academia, jogue bola, pedale… só não pode ficar parado. Essas atividades previnem doenças, como osteoporose, problemas cardíacos e podem ajudar a prevenir a depressão, segundo informações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

2. Exames de rotina: crie esse hábito – O médico não é um ser malvado apontador de problemas. Ele é seu aliado. Jogue para longe o preconceito com o geriatra, por exemplo. A partir dos 40 anos as idas ao médico devem ser rotineiras. Isso ajuda a detectar de forma precoce alguma doença e possibilitada tratamento com eficiência.

3. Alimentação saudável – Menos açúcar, menos sal, portanto, menos produtos industrializados. Coma sem pressa e tenha uma alimentação balanceada. Tente consumir alimentos que você sabe a origem, a forma como foram produzidos. Plante sua própria horta. Além de consumir alimentos sem veneno, você ainda se exercita.

4. Cuide da mente – O mundo tem cada vez mais pessoas com doenças mentais, como depressão e ansiedade, por exemplo. Pratique meditação, a internet está cheia de vídeos que orientam essa prática. Faça atividades lúdicas, pratique gestos de solidariedade, ouça mais música, pinte, cante, participe de grupos terapêuticos.

5. Dê adeus aos maus hábitos – O envelhecimento saudável exige novas práticas de vida, como deixar de lado algumas práticas que, a princípio, podem até ser prazerosas, mas tem um custo alto no futuro. Beba mais água e menos bebida alcoólica. Dê um basta ao tabagismo. Durma bem. Crie um ambiente adequado para uma boa noite de sono.

Mais uma vez: o envelhecimento saudável começa agora. Novas práticas, novas rotinas e vida mais leve e com saúde.