Osteoporose

Osteoporose | Dr. Alexandre Cavalcanti Geriatra em Fortaleza

Osteoporose

TRATAR A OSTEOPOROSE – DICAS E CUIDADOS PARA O DIA A DIA

A doença não tem cura, mas é possível tratar a osteoporose para ter mais qualidade de vida.

Silenciosa e de avanço lento a osteoporose atinge, acima de tudo, as mulheres. Nelas, a doença chega mais cedo do que nos homens, em geral, muitas são afetadas depois dos 45 anos. Os ossos vão ficando mais frágeis e, à medida que a idade avança, aumentam os riscos de fraturas. A doença não tem cura, mas é possível tratar a osteoporose para ter mais qualidade de vida.

No Brasil, estima-se que 10 milhões de pessoas sejam afetadas pela doença. É o que revela o estudo The burdenofosteoporosis in four Latin American countries: Brazil, Mexico, Colombia, and Argentina, publicado recentemente na revista científica Journalof Medical Economics.

O tipo mais grave de fraturas decorrentes da enfermidade são as ocasionadas no quadril: em torno de159.533 entre os brasileiros, mexicanos, colombianos e argentinos de 50 a 89 anos. Esse tipo de fratura tem um alto risco de morte, por isso, é importante tratar a osteoporose o mais cedo possível.

Com o envelhecimento cada vez maior da população no Brasil, é preciso ficar atento. Comece a se cuidar desde cedo, com alimentação saudável e exercícios físicos. Além disso, não fumar e não consumir bebida alcoólica ajuda a manter a saúde em dia e previne de outras doenças no futuro.

Tratar e prevenir a osteoporose

– Alimentação rica em cálcio:

  • Ingerir folhas escuras como rúcula, manjericão e acelga;
  • Brócolis;
  • Gergelim e amendoim;
  • Grão de bico;
  • Soja e abóbora cozida.

– Vitamina D: essencial para o bom funcionamento do organismo ela pode ser absorvida, sobretudo, pela exposição à luz solar. Ela regula a quantidade de fósforo e cálcio no organismo. Para as mulheres, depois da menopausa, o nutriente é ainda mais essencial. Bastam 15 minutos de exposição por dia (entre 10h e 12h), sem protetor solar, para pessoas de pele clara. Para pessoas negras, a exposição deve ser de 30min a 1 hora.

– Uso de remédios: os fármacos podem melhorar a resistência da estrutura óssea, impedir que se degenerem, além de ajudar na reconstrução. Os mais utilizados são os bifosfonatos e o denosumabe. O uso de medicamentos só deve acontecer depois de avaliação por médico especialista. Na duvida procure o geriatra.

Em um estado em que a doença já está estabelecida, o uso de medicamentos é imprescindível. Não se deve deixar de lado os outros hábitos saudáveis, ainda mais quando se é mais jovem, como forma de prevenção.

Também podem ser usados no tratamento de reposição hormonal, além dos medicamentos orais e injetáveis. Tudo isso impede ainda mais o desgaste ósseo e ajuda a formar osso.

Cuide-se desde cedo. Se você já sente dor nos ossos e articulações, tem fraturas, principalmente na coluna e no fêmur e encurvamento da coluna, procure logo um especialista.

Realize seu agendamento online

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.